Exatamente hoje, há 10 anos, eu estava em casa, preparando-me para sair, enquanto via televisão. Estranhei a transmissão ao vivo de um incêndio em um edifício nos Estados Unidos, enquanto o repórter tentava explicar o que estava acontecendo, subitamente, um avião se choca com o outro prédio, diante dos meus olhos. Vi tudo, ao vivo, após isso: pessoas cortando o ar, em uma versão macabra do Super Man, os prédios implodindo, o desespero expresso nos rostos de quem corria, sem saber para onde. A palavra Caos não era apropriada.

10 anos depois, milhares de analises estão sendo escritas, inúmeras entrevistas estão sendo veiculadas, do une trios, livros, tudo isso nos quatro cantos do planeta.

Pensar no por vir, enquanto uma crise mundial, iniciada nos próprios Estados Unidos, a partir de tragédias como essa, torna-se cada vez mãos difícil. Na cerimonia, feita no local onde antes estavam as Torres Gêmeas, o Presidente Obama, provavelmente sem querer, estava dando uma indicação, ao recitar o Salmo 46:

1[Ao maestro do coro. Cântico dos filhos de Coré. Para soprano.] 21&Deus é para nós refúgio e força, defensor poderoso no perigo. 3Por isso não temos medo se a terra treme, se os montes desmoronam no fundo do mar. 4Que se agitem espumando as suas águas, tremam os montes pelo seu furor. 5§ Um rio com seus canais alegra a cidade de Deus, a santa morada do Altíssimo. 6Nela Deus está: não poderá vacilar, Deus vai socorrê-la, antes que amanheça. 7As nações se amotinaram, os reinos se abalaram; ele trovejou, a terra se dissolve. 8§ O SENHOR dos exércitos está conosco, nosso refúgio é o Deus de Jacó. 9Vinde e vede as obras do SENHOR, ele fez prodígios sobre a terra. 10Acabará com as guerras até nos confins da terra, quebrará os arcos e partirá as lanças, queimará no fogo os carros de guerra. 11“Parai! Sabei que eu sou Deus, excelso entre as nações, excelso sobre a terra.” 12§ O SENHOR dos Exércitos está conosco, nosso refúgio é o Deus de Jacó.

Não existe esperança na tragédia a partir da própria tragédia. Não se encontra cura em uma ferida de dentro da ferida. A mão que aresta de para levantar quem está no chão, sempre estará em cima.

Não sei qual é o tamanho de sua dor ou tragédia. Há Esperança no por vir. Há esperança e certeza para amanhã. Aquele que estava antes da história, estará quando ela acabar. Ele é o Socorro Presente, no presente para sempre, para o futuro.

Acredite! Ele nos levantará. O melhor está por vir!

Edney Melo

Anúncios