A notícia de um possível crime de estupro no programa Big Brother Brasil, revela as entranhas apodrecidas da sociedade brasileira, reveladas em cadeia nacional, ao vivo, pela televisão. É crítica a situação das relações pessoais humanas. Enquanto se prega, a plenos pulmões, em alguns ambientes religiosos, a esperança de uma humanidade mais solidária, leve e respeitadora, o inverso ocorre quando “engaiola-se” homens e mulheres, comuns, sob dezenas de câmeras, 24 horas por dia.

O que espanta, é o fato de não serem, os escolhidos para o BBB, sociopatas ou marginais. São pessoas comuns, que moram em qualquer cidade do Brasil ou estudam em qualquer banco de faculdade ou mar vizinho a qualquer um de nós. É absurda a padronização, a parametrização, a paradigmatização do incorreto. Homossexuais, bissexuais, transexuais e pessoas mentirosas, manipuladoras, lascivas, bêbadas, aparecem ditando moda, criando costumes e sendo copiados indiscriminadamente por todo país. É revoltante.

Jesus, diante duma multidão, colocou uma responsabilidade sem precedentes sobre os seus discípulos: SEJAM O SAL DA TERRA. Em outras palavras: façam a diferença e impeçam o apodrecimento da terra enquanto vocês estiverem sobre ela. No que estamos empregando nossos discursos? Em que temos procurado mudar o que está acontecendo com o mundo? Entendo que já passa da hora de uma postura de denúncia. No entanto, apenas falar já não é suficiente. Precisamos criar um contra-padrão, que, na verdade, é o padrão criado por Deus, para os seus, desde o início.

Precisamos avançar contra as portas do inferno. Sim, toda essa construção é demoníaca. É indispensável que voltemos a dicotomizar em muitos de nossos contextos sociais. Jesus mesmo disse “sim, sim – não, não”. Precisamos aprender a escolher. Dessas nossas escolhas, fluirão as nossas atitudes. Vamos escolher o evangelho. Vamos escolher a Palavra de Deus, a Bíblia. Logo, logo não estaremos aqui. E quando faltarmos a esse mundo, que o deixemos realmente órfão da presença de pessoas que estão acima dessa média funesta e maligna. E, assim, SER Sal da Terra e Luz desse Mundo tenebroso.

Clique aqui e leia a matéria da revista Istoé sobre os escândalos do programa BBB, da Rede Globo.

Por Jesus pelo Seu Reino,

Edney Melo

20120127-150546.jpg

Anúncios