A jornalista Luana Avedis, querida discípula, a cada semana, transforma as pregações de nossos cultos dominicais, a partir de suas próprias impressões da mensagem, em rápidos esboços para utilização em nossos Grupos Pequenos, que chamávamos, Grupos de Amor e Aliança. Eu os exponho, aqui no Blog, em forma de série, sob o titulo de ESBOÇO PARA GRUPOS PEQUENOS, seguido do tema, para você, se quiser, utilizar em reuniões de estudo, em qualquer lugar.

Bom proveito,

Edney Melo

Referência Bíblica: Marcos 8.22-26


Passagem de apoio: João 9.1-7/Marcos 10.46/Marcos 8.16-21


Título: Os três cegos


Pregador: Pr. Edney Melo

22E chegou a Betsaida; e trouxeram-lhe um cego, e rogaram-lhe que o tocasse. 23E, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia; e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe se via alguma coisa. 24E, levantando ele os olhos, disse: Vejo os homens; pois os vejo como árvores que andam. 25Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu cada homem claramente. 26E mandou-o para sua casa, dizendo: Nem entres na aldeia, nem o digas a ninguém na aldeia.

1E, passando Jesus, viu um homem cego de nascença. 2E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? 3Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus. 4Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. 5Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo. 6Tendo dito isto, cuspiu na terra, e com a saliva fez lodo, e untou com o lodo os olhos do cego. 7E disse-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que significa o Enviado). Foi, pois, e lavou-se, e voltou vendo. 

46Depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão,

Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando. 47E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. 48E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim. 49E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama. 50E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus. 51E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista. 52E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho. 


As três passagens bíblicas registram cegueiras curadas por Jesus, e, diante dessas diferentes situações, percebemos como a visão dos homens é diferente da visão de Deus. Até mesmo os seus discípulos evidenciaram isso quando questionaram Jesus a respeito do cego de nascença, que nasceu cego por causa do plano de Deus. Mas, nos cabe perguntar: O que é pior, nascer cego ou se tornar cego? A pessoa que perde a visão tem o referencial e a memória retirados dela e o cego de nascença não tem nada como referencial.

Então, quem já viu e conheceu o Senhor, mas desistiu e o deixou de lado, voltando à prática do pecado, guarda a memória do que é enxergar. Por outro lado, precisamos ter paciência com aqueles que nunca viram, que precisam ser guiados e não têm nenhuma referência. Todos os cegos das passagens foram tocados com a saliva de Jesus e qualquer pessoa pode tentar ser curada, a partir desse momento de cura, é que se poderá ver, claramente, o que Deus quer para as nossas vidas.

As vezes, nós estamos doentes, cheios de mazelas, querendo permanecer nessa condição e não nos esforçamos para sermos curados de nossa cegueira. Muitas vezes o mal persiste em nossas vidas porque nós não queremos cura. As pessoas se propõem a aguentar uma carga pesada, que não vem de Deus, ao invés de reagirem, de lutarem para se livrar dela através de Jesus.

Conforme a história de Bartimeu, os outros podem nos ver como cachorros latindo, ou como loucos a clamar por Jesus, mas Ele, o todo poderoso, cujos olhos percorrem todo o universo, nos enxerga como ninguém. Por isso, é preciso gritar por Jesus, clamar por cura e jogar a capa do passado fora. É necessário deixar para trás tudo o que nos corrompe, o que nos angustia e nos afasta do Senhor.

Quando Jesus nos cura Ele não quer mais que nós permaneçamos na mesma situação. Existem ambientes que nos fazem mal, que nos aprisionam e Deus quer que nós nos livremos deles. Não podemos enxergar as coisas como antes, Deus nos tirou de lá e porque Ele mudou a nossa visão, não podemos ser tolos e retroceder. Jesus nos deu um remendo novo e se Ele o fez, Ele quer mudança, transformação, Ele quer que nós saiamos de onde estamos. Jesus tirou o pobre e desvalido do meio do lixo.

Portanto meu irmão, decida se ver com os olhos que Deus olha pra você e confesse a Ele a área de sua vida que ainda precisa de cura. Só assim poderás enxergar melhor!

Reflita

Você está disposto a enxergar?

Luana Avedis

20120703-121128.jpg

Anúncios