Demorei para escrever sobre corrida. Recebi um ultimato de um medico, que me operou: perder 10 quilos ou correr o risco de ter uma crise de pressão alta na mesa de cirurgia. Tornei-me, graças a Deus, um corredor, mudei minha alimentação e perdi 30 quilos. Isso mudou minha vida.

Apesar de não participar de competição, já tenho uma rotina de mais de 4 anos. Sem perceber, o Senhor vem mudando muito de minhas visões, mostrando como a figura de Paulo, em Primeir aos Corintios 9 (Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus. Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre. Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar. Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado).

Eis, então, algumas dicas de um discípulo de Jesus que tem aprendido como vencer, todo dia.

1. Decida correr.

Decidir correr é como decidir mudar de vida. Mesmo sabendo que não vai ser fácil, o corpo querendo dar justificativas para que haja desistência, antecipado precisa ser mais forte do que qualquer circunstancia. Deve-se enfrentar as consequências das decisões sem medo e sem se permitir a ouvir vozes contrarias.

2. Olhe para a Estrada.

Lembre-se que é limitada a sua visão. Por mais longe que seja o alcance do seu olhar, sempre haverá uma curva, ou uma decida, que lhe impedirá de ver mais longe no percurso. É por isso que aplacar é lâmpada para os pé. É necessário aprender a ver cada passo. Mesmo tendo a dimensão completa da Estrada, Deus sabe o que nos é permitido ver. Já a algum tempo tenho pedido a Deusara enxergar. Não quero tentar entender. Quero apenas ver os próximos passos com clareza.

3. Domine a vontade de voltar

Não ache que a corrida vai facilitar para você. Pelo contrario. Principalmente quando se corre pela manhã. Começar projetos é mais fácil do que encaminhar propostas ou participar de propostas que estão dando certo. O Senhor quer que olhemos para a força de nossas próprias pernas. Cada parte do trajeto envolve um esforço especifico. Se enxergarmos isso, vamos ter paciência quando tivermos vontade de voltar. O diabo, com certeza, que conhece muito bem nossas mais leves limitações, tentará hiperbolizá-las, para minimizar a capacidade descrever a Graca de Deus para superar cada obstáculo.

4. Descubra seu ritmo de respiração.

Em Josué 1 e em João 16, Deus nos conduz a ter uma boa respiração, ter um bom animo. Se não soubermos respirar, condenamos nossa corrida. Até dores podem vir. Ter bom ânimo significa ser abastecido do que é mais importante para chegar ao fim do caminho. A origem grega da palavra ânimo, conota alma e sopro. O sopro que mantém nossa alma com o foco, o coração arejadoara ver com clareza, é o Espirito Santo. Precisamos manter uma comunicação ininterrupta com o Invisível Espirito. É assim que conseguimos manter o ritmo, e ir sempre em frente, sempre sem frente.

5. Saiba que correr sozinho é bem diferente de correr acompanhado.

Corrr co m outra pessoa é um grande desafio. o ritmo dela é outro, a visao do caminho é outra. No entanto, não é o ritmo ou a visão do outro que deve determinar o seu desempenho. Não temos como inimigo o outro. Nossa luta não é contra carne ou sangue, mas contra inimigos invisíveis. E nessa batalha para terminar a carreira, a quem realmente precisamos superar somos nös mesmos.

6. Aproveite as descidas

Em Cristo, sempre descer significa crescer. Quando estamos em descida, precisamos aproveitar e ir mais rápido. Para subir precisamremos de mais força. E são as descidas que nos dão vigor para subir a ladeira. Convém que aprendamos a diminuir, para que Ele cresça. Correr mais rápido na descida também é necessário para que nao fiquemos tanto tempo embaixo. Devemos ficar o ,intimo de tempo possível na tristeza ou depressão. O alvo é sempre voltar a subir.

7. Perto do fim, controle a ansiedade.

Quando vemos o final, o coração bate ansioso. Queremos chegar logo. Parece que os últimos metros são mais longos do que parecem. Controlar a ânsia é indispensável. E a Bibllia manda que lancemos sobre Ele toda nossa ansiedade. A atitude não é de Deus é minha. Tenho que ter calma. Respeitar bem, e manter os passos firmes até chegar ao fim. Muita gente abandona o Caminho, mesmo depois de ter andado tanto, sem saber que o que falta para terminar é menos do que o que já foi percorrido. Paciência é mais importante do que velocidade.

Quando corremos, precisamos entender que visão, perseverança, ânimo determinam nossa vitoria na corridanda fé.

Filipenses 3:13 e 14 – Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.

Por Jesus e pelo Seu Reino

Edney Melo

20121022-145038.jpg

Anúncios